Perturbação Borderline da Personalidade e Doença Bipolar em Simultâneo?


Muitas pessoas me têm questionado em relação à facilidade - ou não - no diagnóstico e escolha de tratamento em pacientes com Perturbação Borderline da Personalidade e Doença Bipolar em simultâneo?

Essa é na verdade uma pergunta que não é fácil de ser respondida. O que se acredita hoje é que as causas são múltiplas e se combinam (comorbilidade) entre elas, desde factores genéticos, traumas pessoais, factores individuais na educação e de desenvolvimento psico-emocional.

Com efeito, eu sugiro algum cuidado com o termo "borderline".

Trata-se de um enquadramento profissional para um tipo de personalidade, um diagnóstico "artificial" e que tem sido muitas vezes usado de forma leviana para "explicar" traços de caráter muito particulares das pessoas.

Na minha opinião, é mais um ‘rótulo’, bastante generalizado, do que um diagnóstico que deva ser facultado ao paciente.

Aconselha-se um acompanhamento de base cognitivo-comportamental, que é realizado na minha consulta.